×
Compartilhar Inscreva-se

Como descongelar carne corretamente

como descongelar carne

O hábito de ter carne no freezer ou no congelador é muito presente nas famílias brasileiras de norte a sul do país. Essa é uma forma de ter o alimento à disposição, mantendo sua integridade. Por isso, descongelar carne diariamente é necessário para preparar refeições. 

No entanto, existem alguns erros ao descongelar carne que podem interferir no sabor e, até mesmo, comprometer o alimento por contaminação, por exemplo. Por isso, saber como fazer esse processo é muito importante para obter o melhor da carne.

Hoje, você vai tirar todas as suas dúvidas sobre como descongelar carne para não errar mais: continue a leitura e saiba mais! 

Descongelamento na geladeira

Este é o processo mais indicado para descongelar a carne porque acontece de forma gradual, mantendo as propriedades e as características do alimento. Pode demorar, por exemplo, até 12 horas para que a carne descongele e possa ser usada no preparo. 

Alguns passos são essenciais: 

– Colocar a carne em um recipiente correto para evitar que os sucos escorram e contaminem outros alimentos;

– Posicione o recipiente com a carne na prateleira inferior da geladeira;

– Certifique-se de que a temperatura da geladeira esteja ajustada corretamente, geralmente entre 0 °C e 4 °C;

– Após o tempo necessário de descongelamento, verifique a textura da carne. Ela deve estar flexível, mas ainda fria ao toque;

– Assim que a carne esteja completamente descongelada na geladeira, cozinhe-a imediatamente.

Descongelar a carne na geladeira, respeitando seu tempo, é ideal para manter a integridade e o sabor do alimento!

Descongelamento de carne em água fria

Outra maneira de para quem busca um pouco mais de agilidade, principalmente pela correria do dia a dia, é o descongelar a carne na água fria. Nesse caso, é recomendado utilizar pedaços menores, que realmente podem ser descongelados em pouco tempo.

O processo é simples: trata-se de retirar a carne do congelador e colocá-la em água fria corrente ou em um recipiente com a água, em que o alimento ficará mergulhado. Nessa técnica, é preciso cuidar que a carne esteja bem embalada, para evitar o contato direto com a água. 

Se você optar por descongelar a carne em um recipiente com água, é importante trocar a água a cada 30 minutos para evitar que a temperatura suba muito e criar um ambiente propício para o crescimento de bactérias.

Também é essencial verificar se a carne descongelou no centro, porque, neste espaço, no geral, pode levar um pouco mais de tempo.

Descongelamento no micro-ondas

Descongelamento de carne no micro-ondas

Quando a pressa é realmente grande e você precisa preparar algo de última hora, descongelar a carne no micro-ondas é a alternativa que pode salvar o momento. Descongelar carne no micro-ondas é uma opção conveniente, mas requer cuidados para evitar o cozimento parcial da carne. 

A carne deve estar embalada de maneira adequada e à prova d’água. Remova qualquer embalagem metálica, como grampos ou bandas de metal. Selecione um prato ou recipiente adequado para uso no micro-ondas, optando por recipientes de vidro ou plástico. 

Consulte o manual do seu micro-ondas para obter instruções específicas sobre como descongelar a carne. A maioria dos micro-ondas possui uma função de descongelamento que permite ajustar a potência e o tempo. 

Durante o processo de descongelamento, é importante interromper o micro-ondas em intervalos regulares para virar a carne. Isso garante um descongelamento mais uniforme, evitando que a carne fique cozida em determinadas partes e congelada em outras. 

Após o tempo de descongelamento no micro-ondas, verifique a carne para determinar se está completamente descongelada. Por fim, assim que a carne estiver completamente descongelada no micro-ondas, transfira-a para o método de preparo ou cozinhe-a imediatamente.

Evitando erros comuns ao descongelar carne

Após conhecer os métodos mais comuns de descongelar carne, é importante também estar atento a algumas práticas que podem comprometer esse processo, evitando que o alimento sofra interferências de condições externas e, até mesmo, se torne inutilizável. 

Descongelamento em temperatura ambiente

Descongelar a carne fora da geladeira, em temperatura ambiente, não é recomendado, em especial, devido ao risco de crescimento bacteriano. A temperatura ambiente é uma faixa de temperatura na qual as bactérias podem se multiplicar rapidamente, especialmente nas superfícies externas da carne, enquanto o centro ainda está congelado. 

Além disso, a descongelação em temperatura ambiente também pode resultar em perda de qualidade da carne, incluindo alterações na textura, sabor e valor nutricional.

cta-guia-cortes-bovinos

Recongelamento de carne descongelada

A segurança alimentar é o principal ponto a ser observado quando falamos em recongelar a carne que já passou pelo processo de descongelamento. 

Durante o processo de descongelamento, a temperatura da carne aumenta gradualmente, permitindo que as bactérias presentes se multipliquem. Se a carne for novamente congelada, as bactérias não serão eliminadas e continuarão a se multiplicar quando a carne for descongelada novamente.

Outra questão é que a carne sofrerá alterações em suas propriedades, podendo se tornar menos apetitosa e menos nutritiva. A formação de cristais de gelo durante o congelamento e descongelamento pode afetar negativamente a estrutura celular da carne. Ao congelar e descongelar repetidamente a carne, há a perda de umidade, resultando em uma carne seca e com textura indesejável.

Se você tiver descongelado uma quantidade maior do que a necessária, é preferível cozinhar a carne completamente e armazenar as porções cozidas em recipientes adequados na geladeira por até três dias, em vez de recongelar a carne in natura

Descongelar no balcão da cozinha

Assim como falamos anteriormente, sobre descongelar a carne em temperatura ambiente, optar por fazer esse processo no balcão cozinha envolve os mesmos riscos. 

Além disso, o descongelamento da carne no balcão da cozinha pode levar à contaminação cruzada. Se os sucos da carne descongelada escorrerem e entrarem em contato com outros alimentos, especialmente alimentos prontos para consumo, como frutas, vegetais ou alimentos crus, pode ocorrer a transferência de bactérias prejudiciais. 

Outra dica importante sobre descongelar carnes está em saber que algumas carnes, como hambúrgueres e bifes, não precisam de descongelamento para fazer o preparo. E, é claro, a preferência é que você compre diariamente ou semanalmente as carnes para o preparo.

Esses cuidados evitam que você perca o alimento, por isso, é essencial estar atento às dicas que compartilhamos aqui. Você conhece outras formas de descongelar carne? Já testou essas que trouxemos aqui? Conte para a gente aqui nos comentários!

E não esqueça de assinar nossa newsletter para receber nossos conteúdos em primeira mão, combinado?

Compartilhe

© Copyright • Frigorífico Arvoredo •
Política de privacidade • Dev by 2op