×
Compartilhar Inscreva-se

Carne vermelha para crianças: os benefícios e as orientações de consumo

Não é de hoje que muitos países enfrentam sérios problemas relacionados à nutrição infantil. No entanto, os dados vêm ficando cada vez mais alarmantes, chamando atenção para a situação.

Uma pesquisa divulgada em janeiro deste ano pela Organização Mundial da Saúde (OMS) mostrou que a taxa de obesidade entre crianças com menos de 5 anos de idade sofreu um aumento considerável nos últimos anos. O estudo mostrou que, entre 1990 e 2014, cerca de 41 milhões de crianças com essa faixa etária estavam acima do peso.

Situação no Brasil

De acordo com o guia Cenário da Infância e Adolescência 2016, publicado pela Fundação Abrinq – organização sem fins lucrativos que atua na defesa dos direitos de crianças e adolescentes – em abril deste ano, mais de 500 mil crianças entre 0 e 14 anos estão obesas no Brasil.

Os dados ainda revelam que quase 188 mil crianças da faixa etária estudada estão em situação de desnutrição (abaixo do peso) e 69 mil estão muito abaixo do peso.

Por que isso acontece?

Os vilões dessa situação preocupante são muitos, mas entre eles, o descuido nos hábitos alimentares ocupa o topo da lista. Isso porque, grande parte das crianças é acostumada com refeições pobres em nutrientes e vitaminas, mas ricas em gorduras e açúcares.

Dessa forma, doenças como a obesidade e até mesmo a anemia por deficiência de ferro acabam sendo bastante comuns nesse públicos, prejudicando a saúde e o bem-estar dos pequenos.

Como resolver?

Se a alimentação errada é uma das principais causas do problema, uma alimentação balanceada também pode ser a chave para que as crianças levem uma vida mais saudável.

E entre os alimentos que se destacam está a carne vermelha, bastante benéfica à saúde das crianças quando combinada com outros nutrientes essenciais ao organismo.

Benefícios

A carne bovina é uma importante aliada no combate à anemia, caracterizada pela deficiência de ferro no organismo. Ela possui em suas propriedades nutricionais o ferro orgânico, que é melhor absorvido pelo corpo humano quando consumido através da carne, do que pela ingestão de alimentos de origem vegetal que também possuem o mineral, como nozes e castanhas.

Além disso, a carne vermelha também também é uma importante fonte de proteínas, zinco e vitamina B12, todos essenciais para o desenvolvimentos físico e intelectual das crianças.

Para se ter uma ideia, depois do leite materno – considerado a melhor proteína que a criança pode receber – entra em cena a carne vermelha, que já pode ser incluída na alimentação dos pequenos desde os primeiros anos de vida.

Recomendação

Com a orientação de profissionais especializados, a ingestão de carne é um hábito que a criança pode adquirir desde cedo. Ela pode, por exemplo, ser incluída em sopas e papinhas, pois ajuda até mesmo a desenvolver a mastigação, o que pode prevenir futuros problemas de dentição.

De forma geral, a recomendação é de que carne bovina seja inserida no cardápio de crianças e adolescentes pelo menos 3 vezes por semana, com bifes em torno de 80 a 100 gramas.

A preferência deve ser por cortes como a alcatra, filé mignon, lagarto, patinho e coxão mole, já que a picanha, a bisteca e a costela costumam ser mais gordurosas.

Acesse também: Crianças na cozinha: como tornar essa atividade mais prazerosa para todos.

Compartilhe

© Copyright • Frigorífico Arvoredo •
Política de privacidade • Dev by 2op